Share, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Por um sono reparador…

Sono reparador…

Bom de se ouvir, ler… de se vivenciar!

Como conseguir um sono reparador, se temos a mente superlotada de inúmeras notícias mundiais que nos chegam a todo instante em tempo real?

Vivemos sob pressão das responsabilidades profissionais, do lar, de cidadão… de pessoa que tem sonhos, receios, inseguranças!

O que fazer para manter acesa a chama do mais nobre propósito de saúde?

Qual a rota a seguir para alcançar a tão sonhada quietude?

As respostas tem sido dadas há muito mais tempo do que imaginamos. Desde a remota Índia!

Responsáveis pelos mais antigos textos práticos e teóricos sobre a Vida em sua plenitude, os Vedas (em torno de 5.000 a.c.) nos deixaram vários tratados  indicando-nos condutas para fazermos o “caminho de volta”!

Com o progresso tecnológico, esquecemo-nos que somos seres espirituais e que temos um corpo, através do qual manifestamos o Ser que somos…

Vivemos o oposto, em função da horizontalidade da matéria, do imediatismo, da superficialidade! Desconectados da Verdade perdemos muito, quase tudo “perdemos o sono”!

Yoga e Ayurveda vem nos acordar desta letargia e indicar o caminho do resgate da nossa essência que é na verdade, Divina!

O campo de maestria chama-se Mãe Natureza. Reconectar-se a ela!

Observar!

Todos os dias o rei sol com sua luz e calor convida-nos ao recomeço.

Significa partir para as lidas sem trazer os acúmulos estressantes do ontem. Iniciar o dia numa perspectiva de vitória justa e não de vitória a qualquer preço. Um dia de cada vez,  mas usando a excelência de pensamentos, palavras e ações. Esta atitude interior gera o sentimento de paz na consciência, imprescindível para conseguirmos fechar os olhos para o sono profundo.

Adequar a relação trabalho – descanso. Precisamos do trabalho sim, porque ele nos desenvolve, mas abrir mão do consumismo exacerbado que nos empurra à uma labuta desmedida.

Se usarmos de sinceridade, concluiremos que precisamos de muito pouco para viver. Feito isto sobrará mais tempo para o descanso e a convivência. Dizem que muitos de nós levamos anos e anos de vida construindo os sonhos e não paramos para habitá-los!

Voltar a sua atenção à qualidade do seu alimento. Quanto mais vivo e natural, melhor! Ter consciência que os modismos fazem-nos perder a  identidade e sem ela não expressamos  nossos talentos, que são únicos!

Descomplicar… acima de tudo nas relações e entender que o mundo não gira à nossa volta.

“Desligar” a TV e conviver com os familiares, respeitando-os e percebendo que cada um tem seu jeito próprio de ser e de se posicionar. Aprender o valor do diálogo sem exaltação! Isto efetivamente é possível quando adotamos uma atitude sincera para conosco. Abaixo o personalismo, egoísmo e orgulho!

Treinar a generosidade, a disciplina, a solidariedade, a compaixão… mantendo a serenidade sempre. Entender que o senso do dever cumprido gera sensação de relaxamento e é tudo o que precisamos para dormir bem, o que não significa dormir muito!

Fazer caminhadas ao ar livre periodicamente, ouvindo os sons da natureza: farfalhar das folhas, o som da chuva e dos pássaros…

Perceber os variados tons que colorem a Natureza!

Já reparou que Deus é rico e chic? Quanta diversidade de cores, texturas, sabores, aromas, sons, formas… Ele criou?

Pois então, sinta-se herdeiro de tudo isto! Comemore a vida, a saúde, o lar, os amigos, o trabalho…

Sente-se em um lugar agradável, arejado e faça Pranayamas (técnicas respiratórias) diariamente!

Faça asanas de inversão (exercícios de cabeça para baixo) aumentando o fluxo de sangue e Prana no cérebro, potencializando as funções do sistema nervoso.

Deite-se cedo e acorde cedo, lembrando-se que somos seres da natureza e que a vida neste planeta está intimamente ligada ao ciclo do sol. Observe os animais e as plantas… as leis que incidem sobre eles são imutáveis e estamos também sob seu jugo!

Tome banho ao acordar e antes de dormir.

Exercite-se! Faça sessões de massagens, meditação, acupuntura, leia bons livros, ouça músicas que lhe inspirem a criatividade no bem, cultive boas amizades, faça algum trabalho manual, aprenda a tocar um instrumento, tenha um trabalho voluntário.

Você é um potencial ilimitado de alegria e saúde.

Permita-se ser feliz, construindo este estado a cada segundo… Como? Assumindo conscientemente a autoria da sua e só sua própria vida.

Ao final do dia, terá usado sua energia de maneira proveitosa e curtirá uma deliciosa sensação de plenitude! O corpo estará cansado, mas entregue ao relaxamento e  a mente liberta das algemas do medo e da insegurança, da mágoa e da cobrança, estará embalada nas doces nuvens da plena alegria de viver!

Será que você já é capaz de começar o seu processo de mudança pra melhor?

Sei que é!

Namaste.

 

Texto: Dáfani Nardi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *