Share, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Karma Yoga – Yoga da Ação




O homem deve descobrir o poder da vontade e movido por essa grande força interior, aliviar o seu karma, libertando a si e auxiliando na libertação de seus semelhantes.

Deixa que escorram os rios da liberdade pelos afluentes das tuas mãos cariciosas…

Rompe, rompe as algemas feitas de vícios e ata nos teus pulsos os elos das virtudes, para as ligações do amor.

A riqueza mundana pesa, vergando o possuidor para baixo; o tesouro do amor ala-o para voar, livre e feliz nos caminhos do infinito. Imune ao contágio das coisas externas segue indiferente ao calor e ao frio, prazer e sofrimento em perfeita serenidade.

Esvazia de qualquer ambição a tua vida, para que pobre de poder tenha rico de amor o coração.

Segue, ó Yogue, com o coração iluminado, erguendo-se às regiões do espírito e senhor dos teus sentidos, dá o mesmo valor às coisas: uma pedra, um torrão de terra, uma pepita de ouro.

Imerso em Deus, prossegue liberto da escravidão de sentimentos, de pensamentos e desejos.

Texto: Marlene Nardi de Assis

 

 


One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *